Organizando a Prática Diária( Aprendendo a Tocar Tuba e Eufônio)


Olá queridos leitores, os estudos diários no instrumento são importantes para um bom desempenho na execução musical.
Esses estudos podem ser feitos de várias maneiras independente do grau de desenvolvimento do músico.
Tocar um instrumento musical parece fácil a primeira vista, mas posso afirmar que mesmo sendo simples, ao mesmo tempo é complexo e envolve uma gama de técnicas para alcançar um grau de excelência.
Através deste blog, compartilho técnicas de forma que o estudante se desenvolva de forma eficaz evitando vícios técnicos na hora de tocar o instrumento.
Há três princípios técnicos que já foram observados e postados neste blog em postagens anteriores que são: Ar, vibração dos lábios e golpe de língua ( ataque ).( consultar post 1 e post 2 ). Depois da fase inicial do desenvolvimento da embocadura, muitos exercícios podem contribuir para o aperfeiçoamento técnico e o tempo de desenvolvimento varia de pessoa para pessoa.
Eis alguns aspectos que devem ser trabalhados em separado e depois mesclados para o aperfeiçoamento:
Articulação, ligadura, respiração, resistência, diferentes golpes de língua e etc.
No aspecto musical temos: análise de frases, nuâncias fraseológicas e contextuais, estilo e etc.
Como podemos ver: há uma miscelânea de considerações a fazer sobre como tocar tuba e bombardino ou seu instrumento de sopro.
Por isso é necessária a orientação de um professor e que discorrerei sobre esse assunto com mais detalhes em outra postagem.
Por isso também é importante que os estudos sejam organizados de forma que haja crescimento real com bom aproveitamento de tempo. É um caminho a ser percorrido com muitas descobertas musicais!
Acompanhe o blog e divulgue entre amigos pois além de uma sequência de postagens técnicas,publicarei vídeos e deixarei disponível um horário para conversar com todos online.Um abraço musicais a todos!

Construção de Tuba

Olá leitores,devido a muito trabalho tenho produzido poucas postagens.
Mas sempre lembro de vocês e fico ansioso em compartilhar idéias e receber de vocês, sugestões e comentários nas postagens para termos um blog rico em informações e participação dos leitores. Este vídeo é sobre construção de uma tuba e está sendo narrado em inglês.Espero que gostem.



Um abraço musical a todos e até a próxima postagem!

Música e coreografia

Olá pessoal,tudo bem?
Estando eu navegando na internet vi este vídeo : The Ohio State University Marching Band.
É uma apresentação da banda com uma coreografia interessante antes do jogo de futebol americano.
As coreografias são de videogames. É uma gravação de alguém da embarcada. Um abraço musical!

Musica Brasileira e Baiana

Olá amigos,nas minhas viagens musicais tenho aprendido muito. Muitas amizades musicais começaram.
No ano de 2005 fui a São Paulo tocar no Projeto Itau Cultural, um repertório de Banda de música do interior da Bahia. O compositor destacado nas obras tocadas foi * Manoel Tranquilino Bastos *.
Manoel Tranquilino Bastos nasceu na cidade de Cachoeira/Ba no ano de 1850 e viveu até o ano de 1935. Foi clarinetista, compositor, maestro e professor de música. Fundou a Filarmônica Sociedade Orpheica Lyra Ceciliana, a qual encontra-se em atividades até os dias de hoje.
Em primeira mão, uma execução do Dobrado Verde e Branco do Compositor Estevam Moura, trechos de obras de Manoel Tranquilino Bastos e um depoimento do músico Juvino Alves.
Um abraço musical a todos.







Escalas maiores para tuba

Olá queridos leitores, estou publicando escalas maiores para tuba. O formato desses exercícios é simples tendo a escala seguida de um arpejo. Imprimam e espero que não só executem as notas... Divirtam-se!!!!

Ponto de vista


Pensando sobre a vida um dia desses, lembrei-me de vários acontecimentos que em suas variadas naturezas é cercado de fatos importantes e instigantes.
Opinião é algo do ser humano que provoca muitas reações que são das simples às inesperadas. Ter opinião é o mesmo que ter ponto de vista. A interpretação do mundo ao redor de uma pessoa é diferente da outra. Mesmo que haja algumas observações e percepções em comum, uma pessoa não é igual à outra. Eis então o desafio de; ensinar, aprender e conviver. Todos os professores, alunos e pessoas de qualquer grupo não são iguais.
Um ponto de vista exposto por pessoas é motivo de calorosas discussões ( boas e ruins ) que levam a muitos caminhos, principalmente os intermináveis. A figura de pessoas reconciliadoras é importante, pois, para conviver em grupo é necessário harmonia. Uma apresentação musical em uma Sala de Concerto por exemplo, que para a percepção de alguns pode ter sido ótima, para outros foi mediana ou insatisfatória. Ops, para aqueles que no escuro do teatro tiram um soneca em grande parte da apresentação, também podem produzir opiniões, mesmo que, duvidosa!?!?Tudo isso é,  apenas, ponto de vista. Observação: em outros eventos acontece comportamentos parecidos com o da Sala de Concerto.
Depois de mencionar tais fatos percebo que devemos saber conviver com as diferenças de opinião(ou de ponto de vista) com sabedoria e cuidado. Participando de muitos encontros musicais vi a diversidade de técnicas musicais de professores , músicos,alunos e também discordâncias em afirmarem qual é a melhor técnica. Falando em ponto de vista, eu acho que o importante é que o receptor da música(quem emite também) se divirta e aprecie o som. E... Quanto a figura acima.... qual é o seu ponto de vista?3....?4....?
Um abraço musical a todos.

Serpentão um Instrumento Exótico


Olá queridos leitores, estamos juntos em mais uma postagem.
O tema de hoje é um instrumento antigo que juntamente com o oficleide é o precursor da tuba.
Esse instrumento se chama serpentão e o nome provavelmente se deve ao seu formato que parece a de uma serpente. O seu som parece com a tuba e bombardino porém tem o seu timbre característico.
Esse instrumento foi inventado por Canon Edmé Guillaume em Auxerre na França em 1590 e foi usado inicialmente para fortalecer o som do Coros do Cantochão ( Nas Igrejas ). Por volta da metade do século XVIII, começou a ser usado em bandas militares e orquestras mas foi substituído no século XIX pelo Oficleide e depois pelo eufônio e tuba.
Eis um video para ouvirmos o som desse instrumento exótico.

Trabalho em equipe


O trabalho em equipe é importante para qualquer grupo de pessoas. Este termo virou um jargão corporativo para muitas empresas,CEOS, times de futebol e etc. Na realidade, trabalhar em equipe virou um jargão técnico desconsiderando sentimentos e outros fatores. Afirmo isso por que na prática, muitos trabalham em equipe apenas pela necessidade pessoal do que pela missão do grupo.
A figura da liderança é muito importante no trabalho para reunir pessoas formando uma equipe e o carisma é necessário. Na pouca habilidade carismática; o trabalho sério, contínuo e determinado pode produzir resultados interessantes.Cito aqui uma máxima da liderança:
As palavras convencem mas, O exemplo arrasta multidões!
Para uma equipe funcionar de forma harmoniosa, o carisma ( ou exemplo ) de quem está a frente tem que ser correspondido pela motivação do grupo. Ter uma equipe de pessoas altamente capacitadas é ótimo mas isso não dá certeza de alta produção. Na vida real muitas equipes fracassam por causa da excessiva individualidade dos seu integrantes e a do seu líder. Para uma equipe funcionar de forma satisfatória também é necessário nos desprender da arrogância, egocentrismo e usar os nossos pontos fortes para o fortalecimento do grupo abrindo mão da individualidade quando preciso.
Todas essas coisas mencionadas são experiências que tive em várias formações musicais e pude ver grupos desinteressados sabotando o líder e vice-versa. Há casos que são mudados os lideres ou o grupo de trabalho.
A humildade é um comportamento que deve estar presente para que todos estejam dispostos a aprender, se adaptar a mudanças e respeitar as diferenças pessoais.Essa qualidade pode fazer que líder e grupo seja uma equipe realmente na prática e não apenas na teoria.
Como esse Blog fala de música então faço referência a orquestras, bandas, grupos de câmaras e várias formações musicais que façamos música com alegria, satisfação, interatividade e determinação de uma equipe para vencer.
Com harmonia musical e do grupo podemos transmitir Felicidades para as pessoas e o mundo.
Um abraço musical a todos.

3 atitudes que você não deve tomar como músico de sopro


Olá amigos leitores,há quanto tempo hein??? !!!
O número de trabalhos tem aumentado de forma considerada ( que ótimo ) e o tempo para escrever tornou-se mínimo.
Para continuarmos interagindo colocarei algumas coisas importantes que  fazem a diferença nos estudos musicais.
Há coisa a ser escrita aqui mas vou postando aos poucos e acrescentando assuntos de acordo a interatividade de vocês.
Para começar exponho aqui 3 atitudes que devemos evitar como músico de sopro.

  • Tocar passagens rápidas e tocar forte nas primeiras notas no estudo.

É interessante como muitos musicistas ansiosos por grandes performances começam a tocar as primeiras notas de forma brusca. O melhor é tocar as notas com suavidade observando o ataque das notas fazendo uso de aquecimento. Tocar escalas, arpejos e flexibilidade condiciona gradualmente a execução instrumental.


  • Tocar sem fazer a higiene bucal.
Tocar sem fazer a higiene bucal resulta em restos de alimentos irem para a parte interna do instrumento fazendo crosta de sujeira e oxidação. Futuramente isso pode resulta em vazamentos, odor de zinabre e mau funcionamento de partes móveis.


  • Achar que sabe tudo do seu instrumento e de música.
A música é infinita e conhecimentos nunca é o bastante por que muita coisa se nota em detalhes variados como: som, estética visual, estilo e muitas outras coisas.O instrumento musical não é diferente,é um universo de detalhes.É importante ouvir músicos de referência no seu instrumento bem como procurar um bom professor para aula pois a orientação abre caminhos de forma harmoniosa para excelência musical!


Existem muitas atitudes que poderiam ser descritas aqui e as farei em outra oportunidade.
Caso queira acrescentar algo a respeito é só fazer comentários que logo responderei e se possível postarei o assunto.






Escala para tuba Eb

Amigos,segue postagem de escala de tuba em mi bemol. A tuba mi bemol é uma tuba aguda e leve de tocar!
Para quem toca tuba em mi bemol aproveite!






Escala para Bombardino em C

Para todos os amigos, eis a escala para Bombardino ( Eufônio ) em C. Embora as bandas militares brasileiras usarem geralmente bombardino em Bb, muitos CCB e músicos de filarmônica aprendem e tocam bombardino em C.
es 





Escala para tuba em C

Segue para todos a escala de tuba em dó. Para facilitar o entendimento de quem está começando, toda nota com sustenido tem uma digitação igual para um nota com bemol acima exemplo:
fa sustenido é igual a sol bemol.

Escala para bombardino em Bb

Olá leitores amigos,estou postando a escala para bombardino ( eufônio ) em si bemol.
Como muitos afirmam que as tubas não é instrumento transpositor, estou publicando com essa digitação.
Para quem é da CCB e de filarmônica ,em breve postarei a escala natural que em dó.

Fique a vontade para imprimir
Em breve mais escalas e digitações.
Qualquer dúvida é só fazer comentários ou me mandar um email!
Um abraço musical!

Escala de tuba em Bb

Olá, a pedido de leitores publico a escala para tuba em si bemol.
A escala está escrita na tessitura correta. Alguns estudantes aprendem a digitação na oitava acima mas tocam oitava abaixo. Geralmente aprendem na escala natural e a que esta escrita já esta transportada.
Clique para ampliar e imprima se quiser
Observem que abaixo das notas tem a digitação equivalente a pistos ou rotores e em algumas notas tem 2 combinações levando em consideração o uso da 4 válvula.
Em breve escala de outras tubas.
Um abraço musical!

Exercícios de Escalas Maiores

Exercício de escalas são uma ótima base técnica para tocar músicas e o músico deve fazer delas uma prática diária. Existem várias e fazê-las tomaria muito tempo por isso o melhor é fazer as que se aplicam a sua necessidade.Publico aqui escalas básicas para tuba com sequência de meio tom de uma escala para outra.
Você pode optar por tocar de forma aleatória mas é importante tocar todas e se familiarizar com elas.
Observação: são escalas maores!

Bons estudos e muita Música na vida!
Um abraço musical!


Tamanho de tuba III

Queridos leitores estou postando esse vídeo por uma questão impressionante...
O tamanho da tuba. Como já foi postado anteriormente muitos tubistas gostariam de tocar a maior tuba que pudessem.
Curiosamente encontrei esse vídeo e resolvi postar.



Penso na logística que é levar um instrumento desse em alguma apresentação.
Como conheço muitas pessoas que gostam de notas graves...
Um abraço musical a todos!

A diferença entre tuba e sousafone

Por muito tempo na minha juventude eu achava que tuba era o sousafone e a tuba era o bombardão.
Alguns orgulhosamente diziam que o baixo-tuba era um instrumento imponente e com som grave mas na verdade eles estavam falando do sousafone. Cheguei a sonhar tocando o tão falado baixo tuba inclusive eu tinha fitas gravadas de Pavão Bonito. Ainda hoje muitas pessoas confundem os dois instrumentos.
A tuba e bombardão são instrumentos iguais embora tenham uma diversidade de tamanhos e detalhes.
Tuba
O sousafone é uma modificação do Hélicon que foi largamente utilizado em bandas de música que John Philip Sousa transformou a campana para frente para obter mais som do instrumento bem como contribuir para a estética.
Hélicon


A diferença de um hélicon e Sousafone está na Campana:
Sousafone

Jonh Philip Sousa
Pois é amigos, hoje em dia a maioria das bandas de desfile usa o sousafone por sua facilidade de tocar em marcha.
A tuba é usada em algumas bandas de desfile mas é largamente em bandas sinfônicas e orquestras sinfônicas. 
A tessitura da tuba e sousafone são iguais porém a sonoridade de cada é distinta.
Queridos leitores,dúvidas é só perguntar!
Um abraço musical!



A importância da manutenção no instrumento musical


Um dia desses conversando com amigos músicos sobre apresentações de bandas e filarmônicas do interior baiano, lembramos de alguns momentos interessantes e brilhantes de jovens musicistas que se destacam independendo de estrutura ideal para o trabalho musical. No meio das lembranças um amigo citou um fato curioso: uma filarmônica estava fazendo uma apresentação de um solo de requinta e banda e no auge do solo a solista ficou em apuros por que as chaves do instrumento começaram a dar defeito e com isso ela não pode mostrar melhor o seu trabalho. Será que isso aconteceria se houvesse manutenção periódica no instrumento?
Pois é caro leitores  isso acontece com muitos musicistas e inclusive já aconteceu comigo. Eu estava tocando com a Banda Sinfônica em 2001 e o rotor da tuba travou bem na hora de uma passagem importante da música.
Para tubistas e eufonistas os pistos emperrados são o principal problema seguido de bombas de afinação que travam, as soldas que soltam, furos que aparecem e muitos outros problemas.
É essencial para a vida útil do seu instrumento também como evitar passar dificuldades em uma apresentação fazer manutenção periódica do seu instrumento e observar vários detalhes no instrumento.
Higiene também é importante principalmente pela questão de saúde e a lavagem do instrumento e cuidados com o bocal merece atenção.
Como esse assunto é vasto, publicarei aos poucos várias dicas para higiene e conservação do instrumento.
Para quem toca instrumento com pistos ou rotores é importante lubrificá-los regularmente ou quando perceberem que estão lentos e muitos aplicam óleo específico apenas quando os pistos ou rotores estão travando. Com o tempo o mecanismo pode criar alguns pequenos empenos por falta de manutenção (lubrificação ) tornando muito difícil a execução musical. Outro fator importante é que o óleo que deve ser usado deve ser apropriado.
Aguardem nova postagem falando mais sobre essa assunto.
Um abraço musical!

Tamanho de tubas II


Olá queridos leitores, o post sobre tamanho de tubas tem gerado muitas perguntas acerca de marcas de instrumento, bocais e a relação entre eles.
Para ver o post e comentários acesse: http://www.ricardotubista.blogspot.com/2010/07/tamanho-de-tubas.html#comment-form .
Um instrumento musical pode ser classificado como bom ou ruim dependendo de vários fatores principalmente de forma personalizada. O que é bom para uns pode não ser para outros.
Como descrevi em post anterior sobre o assunto há vários tipos de tuba e tamanhos diferentes por isso resolvi fazer uma enquete.

A enquete acima mostrou o que é fato aqui no Brasil: A maioria dos tubistas preferem a tuba em Bb.
Em posts a serem publicados farei alguns comentários acerca da afinação de cada tuba da enquete e o dedilhado para quem estiver iniciando no aprendizado.
Coloquei a opção a maior tuba que existir e pensei que não haveria votos e por isso amigos sonhem com essa tuba.Ela existe.

Sinceramente imagine carregar uma tuba dessa de sua casa até o local de apresentação!!!!Imagine também o som desse instrumento.
Falar de tuba envolve muitas questões e aos poucos vou comentando e estou aberto a sugestões e compartilhamento de informações de professores, músicos, organistas, maestros e amigos-irmãos aqui no blog.
Ainda esta aberta a enquete; você pode comentar aqui, qual tuba você prefere?Por quê?
Um abraço musical a todos.